Confira 2° Crônica do Gabriel Matias sobre seu olhar sobre sua deficiência.

19/11/2016

O que e ser deficiente

Isso é uma coisa que aprendi quando pequeno quando você começa iniciar sua vida social. Claro porque nasci com paralisia cerebral sempre usei andador ou muletas, a diferença é Notável porque as crianças fazem o que você não faz o jogo de futebol na educação física é um exemplo. Existem várias deficiências físicas Mas isso não é o que vou focar agora, com passar do tempo você percebe e as pessoas vivem seus dias lutando contra suas deficiências. Seja deficiências financeiras Morais psicológicas, com o passar do tempo você passa conviver com sua deficiência. Dias atrás estava assistindo uma reportagem sobre a paraolimpíadas vi uma lutadora de esgrima de algum país do mundo vibrando pela sua vitória. Até aí tudo bem certo? Mas a moral da história é que aquela atleta não tinha os braços e vibrava feliz chorava de alegria Talvez uma alegria que eu nunca tive mesmo com meus braços. Naquele momento meus olhos se encheram de lágrimas eu chorei sim porque era deficiente mas não deficiente físico deficiente da ignorância de não dar o valor aos meus braços, aí tive certeza daquilo que já tinha aprendido que superar uma deficiência é você conviver com ela com .dignidade Não importa se sua deficiência física ou moral ou financeira ou amorosa todos nós temos problemas e desses problemas nós podemos tirar boas lições isso aqui não é uma auto-ajuda é a realidade da vida a vida não nasceu para ser fácil mas também não é difícil bora enxergar e aprender 

Qual sua deficiência?